Tablets

Tablets
3 MIL TABLETS

terça-feira, 13 de setembro de 2022

Tarifa de preservação do Arquipélago de Cairu aumenta para dar melhor destino ao lixo gerado nas ilhas

O novo valor da tarifa será de 30 reais e é destinado a melhorias e preservação do destino 

Nesta segunda-feira (12) virou lei, em Cairu-BA, o aumento na Tarifa por Uso do Patrimônio do Arquipélago – TUPA, cobrada aos visitantes que adentram o destino. A mudança de valor - de R$20,00 para R$30,00, a vigorar a partir de 1º de outubro - é provocada pelo aumento de despesas para a manutenção e preservação das localidades que compõem o município.

Com a mudança da tarifa, 50% do valor arrecadado será destinado para ações voltadas ao manejo, transbordo, transporte, triagem e compostagem até a destinação final dos resíduos sólidos das ilhas cairuenses. Além disso, o recurso permanece sendo implementado na manutenção e preservação dos terminais hidroviários, monumentos históricos, praças, vias de acesso, praias e biomas do arquipélago.

A cobrança da TUPA é realizada desde 2019. A tarifa é paga uma única vez pelo período de permanência do turista no arquipélago e possui isenção para crianças menores de 5 anos e pessoas maiores de 60. Desde agosto de 2021, o seu pagamento pode ser realizado pelo aplicativo Cairu TUPA. Desenvolvido pela empresa Cashpago, o app tem o intuito de evitar filas e fazer com que os visitantes possam antecipar a realização do serviço antes de chegar na Ilha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após moderação.