Oi, Sumido...

quinta-feira, 26 de março de 2015

Cineastas baianas levam projeto 'Cinema e Sal' para comunidades pesqueiras de CAIRU

"Uma camera na mão e uma ideia na cabeça". A máxima de Glauber Rocha se aplica bem ao projeto "Cinema e Sal" das cineastas baianas Lara Belov, Cecília Amado e Jamille Fortunato. Através da união cinema e educação, o trio vem mudando a relação da população das comunidades de pescadores de Garapuá, Monte Alegre (Boipeba) e Cairu com o audiovisual, visando a democratização dos conteúdos.

Composto por três frentes, o projeto, que conta com o apoio da prefeitura de Cairu, é dividido em oficinas de audiovisual, restritas a crianças de 10 a 14 anos, para produção de curtas metragens; exibição e discussão de filmes sobre a relação do homem com o mar; e criação de um portal que disponibilizará o material produzido pelas crianças e outros conteúdos sugeridos por usuários. "Cinema e Sal" começou dia 9 de março, em Cairu, e segue até 18 de abril, em Monte Alegre. A previsão é que no final do projeto 30 crianças estarão capacitadas a registrar, em audiovisual e com tecnologias acessíveis, as histórias do lugar em que vivem, a partir do seu próprio olhar. 
(Bahia Notícias)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após moderação.